Jornal do Brasil

Quarta-feira, 22 de Outubro de 2014

Ciência e Tecnologia

Cientistas descobrem uma nova variedade de insetos no Brasil

Jornal do Brasil

Uma matéria da revista Science desta semana, relata que Ecologistas descobriram em uma caverna brasileira uma nova variedade de inseto com uma vida sexual incomum. As fêmeas do gênero recém-descoberto, chamado Neotrogla, de 3 mm de comprimento, possuem grandes estruturas chamadas gynosomes (inserção). Apesar de outros animais, como os cavalos-marinhos assumirem papéis de gênero invertido, uma espécies do novo gênero é a primeiro a ser encontrada com estruturas genitais trocados. Durante a cópula, que dura de 40 a 70 horas, a fêmea monta no homem por trás, empurrando a gynosome na abertura do macho.

Uma vez lá dentro, a fêmea usa espinhos na gynosome sobre a trava para o macho que pode relutar. É tão forte que, quando os pesquisadores tentaram separar um par fornicando, o abdômen do homem foi arrancado de seu corpo sem quebrar o vínculo genital. Durante a reprodução, o macho transfere uma grande quantidade de nutrientes através da ejaculação gynosome para a fêmea. A equipe sugere que no sistema de cavernas com escassez de recursos, este presente seminal nutritivo provoca as fêmeas para concorrer com a criação sustentada. Com o tempo, os cientistas acreditam que esta relação iniciada pelo feminino poderia ter levado os insetos a evoluir os genitais revertidos. Ainda não está claro é se as mulheres se preocupam com o tamanho do seu gynosome.

Tags: brasil, criação, insetos, revista, science

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.