Jornal do Brasil

Quinta-feira, 2 de Outubro de 2014

Ciência e Tecnologia

Agência de jornalismo lança escola livre on-line

Énois faz campanha para oferecer cursos gratuitos com videoaulas sobre comunicação para jovens

PorvirMarina Lopes

Acreditando que aprender a escrever, ler a mídia e contar boas histórias não deve ser uma coisa restrita às salas de aula formais, a agência escola Énois recorreu ao financiamento coletivo para lançar uma escola livre de jornalismo on-line. Voltada para o público jovem, ela irá oferecer formação para democratizar o acesso à comunicação e à produção de conteúdos. Com captação de recursos no Catarse, o projeto tem até o dia 21 de abril para arrecadar R$ 24.617.

Diferente da formação clássica oferecida em universidades, a escola on-line irá se basear na aprendizagem conceitos práticos do jornalismo e na discussão de temas atuais. Com o apoio de instrutores especialistas, fóruns, grupos de trabalho e materiais de referência, todas as videoaulas serão disponibilizadas de forma gratuita em um ambiente virtual, que será desenvolvido com parte dos recursos arrecadados na campanha.

A metodologia já tem sido testada desde outubro de 2013, quando foi lançado um curso piloto sobre a produção de videodocumentários, oferecido no site de cursos on-line Udemy. Agora, a intenção é expandir para outros conteúdos e reunir tudo isso na plataforma própria. Inicialmente, a Énois prevê lançar quatro módulos que serão feitos em parceria com  a produtora 3Film Group. Até o final deste ano, devem ser disponibilizados outros seis cursos.

Entre as primeiras formações que serão ofertadas, os jovens poderão aprender a  olhar para a cidade, observar problemas e propor soluções; entender como se tornar um explorador do mundo e desenvolver pesquisas de dentro da periferia para entender a cabeça do jovem; realizar coberturas hiperlocais, retratando o próprio bairro ou a própria rua; e aprender a estruturar e montar uma agência de notícias, oferecendo caminhos profissionais e sustentáveis para a criação de empreendimentos em que eles consigam ser porta-vozes dos seus projetos, escolas, organizações ou comunidades.

Veja o vídeo de apresentação da plataforma que está no Catarse.

Até agora, o projeto conta com mais de 100 apoiadores no Catarse e já alcançou quase metade do valor necessário. Os colaboradores podem fazer doações que variam a partir de R$15, com recompensas que vão desde ter o nome nos agradecimentos da plataforma, até receber uma consultoria com a equipe da Énois e participar de uma roda de conversa sobre juventude, educação e conteúdo. Se a campanha bater a meta, o público terá a oportunidade de ajudar na escolha de um novo módulo para cada R$2 acima do valor mínimo. Grandes reportagens, conteúdos para redes sociais, jornalismo feminino, programação para jornalistas, criação de games, infografia e política para jovens são algumas das possibilidades de escolha.

Tags: aprendizagem, capacitação, conceitos práticos, cursos online, jornalismo, qualificação profissional

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.