Jornal do Brasil

Quinta-feira, 23 de Outubro de 2014

Ciência e Tecnologia

Hackers atacaram 21 principais empresas de jornalismo do mundo

Pesquisa foi realizada por dois engenheiros do Google

Portal Terra

Das 25 principais organizações jornalísticas do mundo 21 sofreram ataques de hackers patrocinados por países, aponta uma nova pesquisa de dois engenheiros do Google. De acordo com a Reuters, o documento foi apresentado pelos funcionários da empresa, Shane Hunter e Morgan Marquis-Boire, durante a conferência de hackers Black Hat, que acontece em Cingapura nesta sexta-feira. De acordo com os executivos, os ataques são lançados por hackers que trabalham ou apoiam algum governo, e tem como alvo específico jornalistas.

Ambos os pesquisadores negaram entrar em detalhes sobre como o Google monitora os ataques, mas eles disseram que “seguem os atores dos países que atacam os usuários da empresa”. O analista de segurança Ahskan Soltani informou mais tarde em seu perfil no Twitter que nove das 25 empresas globais de comunicação usam o Gmail, serviço de e-mail do Google, para hospedar o serviço – usuário do Gmail geralmente recebem uma mensagem com alerta dos ataques.

Um dos modos utilizados pelos hackers recentemente foi um formulário falso enviado à equipe de jornais no ocidente – Huntley aponta que hackers chineses são os responsáveis por esses ataques. Maquis-Boire ainda alerta que a pesquisa mostra que o número de ataques reportados por veículos de comunicação e jornalistas é menor que aqueles realizados pelos invasores. 

Tags: alvo, invasão, Jornalista, monitoramento, segurança na internet

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.