Jornal do Brasil

Sábado, 29 de Novembro de 2014

Ciência e Tecnologia

Centro que monitora desastres naturais seleciona pesquisadores

Fapesp

O Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), ligado ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, prorrogou, até 21 de março, as inscrições para o concurso que busca preencher 15 vagas de pesquisador.

As vagas estão divididas nas seguintes especialidades: Geodinâmica ou Geologia (3 vagas), Hidrologia (3 vagas), Meteorologia (2 vagas), Desastres Naturais (3 vagas), Agrometeorologia (1 vaga), Fogo, Vegetação e Desastres Naturais (1 vaga) e Modelagem de Desastres Naturais (2 vagas). Todas exigem que os candidatos possuam título de doutor.

O concurso envolve a realização de uma prova escrita de conhecimentos específicos, que tem caráter eliminatório e classificatório, e a análise de títulos e currículo, de caráter classificatório. A seleção ocorrerá na cidade de São José dos Campos (SP).

A prova escrita avaliará o candidato pela compreensão, aplicação, análise e síntese do conteúdo e será composta por quatro questões discursivas, que abordarão tópicos extraídos do programa de cada especialidade. Cada questão valerá 25 pontos e elas poderão ser respondidas em português, inglês ou espanhol.

A análise de títulos e currículo considerará a formação acadêmica, as publicações científicas, o envolvimento na formação de pessoal dos candidatos (incluindo participação em bancas examinadoras e orientações de trabalhos) e experiência profissional, adquirida em atividades de pesquisa após a obtenção do título de doutor.

As inscrições devem ser feitas pessoalmente ou por procuração na sala do Cemaden no Parque Tecnológico de São José dos Campos, situado à Estrada Doutor Altino Bondesan, 500, Distrito de Eugênio de Melo (Rodovia Presidente Dutra, km 137,8) ou na sede do Cemaden, localizado no campus do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), situado à Rodovia Presidente Dutra, km 39, em Cachoeira Paulista (SP).

Tags: agência, CIÊNCIA, fapesp, SAÚDE, tecnologia

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.