Jornal do Brasil

Domingo, 21 de Setembro de 2014

Ciência e Tecnologia

Diamante sugere a presença de água no manto da terra

Jornal do Brasil

Imperfeições em um diamante pode reduzir seu valor no caso da venda para um joalheiro, mas para um geólogo tem um valor inestimável. Um simples ponto minúsculo em um diamante pode ajudar a resolver um debate de longa data sobre a quantidade de água no manto da Terra. Há cerca de 400 km abaixo da superfície, no manto principalmente, foi achado um mineral chamado olivina, que não absorve água. No entanto o imenso calor e a pressão causaram a olivina estruturas químicas diferentes, um dos quais é chamado ringwoodite, que os testes de laboratório mostraram que pode conter até 2,5 % de água, é o que relata uma matéria da revista Science desta semana.

A estrutura química do diamante desenterrado pelo magma empurrou seu caminho para a superfície no distrito de Juina no Brasil, e mostrou que ele foi formado a mais de 400 km de profundidade. Com um microscópio, os pesquisadores avistaram um cristal de 40 micrômetros preso dentro do diamante chamado de inclusão. Uma análise espectroscópica mostrou que é um ringwoodite. Outra análise mostrou que ringwoodite contém ligações de hidrogênio e oxigênio, o que sugere que a rede cristalina contém pelo menos 1,4% de água. O lugar onde o diamante foi produzido pode não ser típico de todo o manto inferior, mas se for, pode haver uma grande quantidade de água lá embaixo. Isto seria importante, tal como alterações de temperatura no manto poderiam fazer com que a expulsão de vapor a alta pressão, o que poderia levar a erupção vulcânica.

Tags: água, diamente, erupção, revista, science

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.