Jornal do Brasil

Quinta-feira, 30 de Outubro de 2014

Ciência e Tecnologia

Um misterioso mineral no local mais seco da terra

Jornal do Brasil

Uma matéria da revista Science desta semana, revela que durante suas viagens a América do Sul em 1835, Charles Darwin chegou ao ponto em que “o deserto do Atacama começa onde nada pode existir.” Considerado o local mais seco da Terra, o deserto de Atacama recebe menos de 2 mm de chuva por ano. A única coisa que cresce, ao que parece, é um dos depósitos minerais mais estranhos do mundo. Eles aparecem como intermináveis ??no deserto em bacias incrustadas de sal, e sua composição química os torna tão incomum que alguns geólogos dizem que esse mineral não poderia existir na natureza, se os depósitos não estivessem vendo seus próprios olhos. Por exemplo, sais de nitrato, tal como nitrato de potássio, podem ser feita por bactérias, exceto não ter sido detectado no deserto. Outros sais feitos de íons dicromato, não são encontrados em nenhum outro lugar, a não ser no deserto do Atacama. Como foram feitos esses depósitos de minerais é que tem intrigado os geólogos desde os tempos de Darwin, mas um novo estudo diz que os minerais vieram de três fontes distintas. Uma fonte é a água do mar do Oceano Pacífico, a 50 quilômetros a leste, que trouxe cloro e enxofre, que aterrou no deserto seco como cristais de sal.

A revista diz também que outros minerais formados a partir do ar rarefeito, como o nitrogênio na atmosfera reage com sais e poeira, depositando minerais de nitrato no solo ao longo do tempo. E a última fonte foi a chuva caindo na Cordilheira dos Andes, a 100 quilômetros a oeste do Atacama, material lixiviação como íons dicromato em água subterrânea que flui em direção ao deserto, ao longo de milhões de anos, as montanhas cresceram mais altas e a mudança na elevação forçou mais o solo para a superfície. Ao mesmo tempo, o clima de deserto seco foi se tornando cada vez mais seco. Esta aridez provocou minerais dissolvidos na água subterrânea para precipitar nos depósitos minerais, criando uma paisagem diferente de qualquer outro lugar do mundo.

Tags: atacama, deserto, mineral, revista, science

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.