Jornal do Brasil

Quinta-feira, 27 de Novembro de 2014

Ciência e Tecnologia

Inmetro lança novo Selo Ruído para liquidificador, secador e aspirador

Agência Brasil

A partir de hoje (20), liquidificadores, secadores de cabelo e aspiradores de pó deverão ser fabricados e importados com o novo Selo Ruído do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro). O objetivo é diminuir o excesso de ruído emitido pelos eletrodomésticos e estimular a indústria a fabricar aparelhos mais silenciosos.

O novo selo colorido, que terá a marca do Inmetro e do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), vai classificar os decibéis de 1 (mais silencioso) a 5 (menos silencioso) e deverá estar colado na embalagem para informar ao consumidor a potência sonora do produto. O selo indica de forma simples o nível de ruído para que o consumidor possa escolher os aparelhos mais silenciosos.

O chefe substituto da Divisão de Programas de Avaliação da Conformidade do Inmetro, Leonardo Rocha, explica que esta é uma nova maneira de apresentar o selo, que já existe e indica apenas o número de decibéis emitidos, o que não é muito bem compreendido pelos consumidores.

“É uma nova forma de apresentar de modo mais didático e útil a informação para o consumidor, que poderá fazer uma compra mais consciente. A ideia também é incentivar a indústria a produzir aparelhos mais silenciosos sem que percam a potência”, disse Rocha.

Segundo o instituto, os aparelhos estão atualmente dentro dos níveis aceitáveis de barulho e não fazem mal à saúde. A nova medida visa a trazer mais conforto ao cidadão.

O Inmetro vai fiscalizar os fabricantes e as importações, impedindo a entrada de mercadorias irregulares no país. A empresa que descumprir a regra será punida por meio de multa e apreensão da mercadoria. Em breve, os produtos com o novo selo chegarão às lojas. O estoque antigo poderá ser mantido no mercado até agosto de 2016.

A servidora pública Paula Praxedes, de 49 anos, e sua mãe, Sônia Praxedes, de 78, aprovam a nova regra, já que o atual modelo dificulta a compreensão. Perguntada se entendia o que significa, por exemplo, 80 decibéis indicado em um selo, Sônia disse que “não dá para ter noção [se é muito ou pouco barulhento]. "O selo com as cores vai simplificar”, completou. Para Paula, o barulho dos liquidificadores e aspiradores incomoda muito: “A indústria vai ter de se adaptar, produzindo aparelhos mais silenciosos para diminuir a poluição sonora”.

Nos próximos dois anos, o Inmetro, em parceria com o Ibama, vai estudar a implantação da classificação sonora para máquinas de lavar e aparelhos de ar condicionado.

O instituto destaca que o consumidor tem importante papel nas regulamentações, enviando sugestões e relatos, por meio da Ouvidoria (0800 285 1818) ou do site do Inmetro, quando estiver incomodado com o ruído ou com a segurança de qualquer produto.

Tags: controle, equipamento, fiscalização, selo, som

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.