Jornal do Brasil

Terça-feira, 21 de Outubro de 2014

Ciência e Tecnologia

Plataforma ajuda no desenvolvimento de vendedores

TAO Sales quer identificar dificuldades de funcionários e dar treinamento personalizado

PorvirFernanda Kalena

Os algoritmos estão ganhando cada vez mais importância em diferentes indústrias. Na educação seu uso está está crescendo, como é o caso da plataforma Geekie; na contratação de funcionários, a Gild tem ajudado a otimizar o recrutamento de programadores. Mas o big data também está ganhando espaço no desenvolvimento profissional. A startup brasileira TAO Sales está levando essa ideia para a área de vendas e, para isso, desenvolveu uma plataforma adaptativa voltada para vendedores, com o objetivo de melhorar a performance das transações comerciais através de treinamentos personalizados.

A empresa foi uma das selecionadas para participar do próximo ciclo de aceleração do Seed, programa do governo de Minas Gerais de fomento ao empreendedorismo. A expectativa é que ela seja lançada até abril deste ano. Até lá, a equipe termina o desenvolvimento da plataforma e vai submetê-la a testes.

A base de dados usada é o CRM (Customer Relationship Management, na sigla em inglês que pode ser traduzida como Gestão de Relacionamento com o Cliente), um sistema de gestão que reúne informações de clientes, processos e tarefas de uma forma organizada e integrada. A empresa monta, a partir de algoritmos próprios, testes que fazem um diagnóstico do perfil do vendedor e apontam quais suas principais dificuldades e no que ele precisa melhorar para otimizar seu desempenho profissional.

Depois dessa análise, a plataforma disponibiliza treinamentos online de acordo o que precisa ser trabalhado. “A plataforma proporciona economia de tempo. Vendedores normalmente são resistentes a treinamentos longos e de imersão. Propomos uma alternativa dinâmica: os treinamentos não passarão de uma hora”, afirma Vinícius Mayrink, sócio fundador do TAO Sales.

Para os gestores ou donos de empresa, a plataforma possui uma área de analytics que vai permitir que os dados sobre seus funcionários sejam agrupados e organizados de acordo com o que precisa ser desenvolvido. “Os dados já existem, mas não de forma organizada. A ideia é permitir o acompanhamento do desempenho, a progressão da equipe, como cada vendedor está em relação à meta de venda e se essas metas são de fato alcançáveis para poder gerir melhor os resultados”, explica Mayrink.

Com esse agrupamento de dados, é possível fazer um tabulamento de desempenho dos vendedores. Segundo o empresário, a plataforma estimula a competição, que é natural a um ambiente de vendas. “O vendedor, por natureza, tem um perfil competitivo, não trabalha tanto em equipe. Se instigado da maneira certa, os resultados vão ser ótimos para as empresas e para os funcionários.”

Tags: capacitação, crm, executivo de vendas, plataforma adaptativa, start-up, treinamento

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.