Jornal do Brasil

Sexta-feira, 21 de Novembro de 2014

Ciência e Tecnologia

China aumenta prevenção contra H7N9

Agência Brasil

A China começou a adotar medidas de prevenção, como a proibição da venda de aves vivas em várias zonas do Leste do país, diante do aumento do número de casos de gripe aviária H7N9 em humanos. Desde o início do ano, há registro de 96 casos e 19 mortes em consequência da doença.

A nova espécie de vírus foi descoberta pela primeira vez em humanos no ano passado, no Leste da China, onde contagiou 150 pessoas e causou 45 mortes.

Na província oriental de Zhejiang, ao sul de Xangai, onde este ano foram registrados 49 casos, o comércio de aves vivas foi paralisado em grandes cidades como Hangzhou, Ningbo e Jinhua. Em Xangai, também será suspensa a venda de aves vivas entre 31 de janeiro e 30 de abril.

Na província sul oriental de Cantão, há 26 casos desde o início de 2014, mas até agora não foram anunciadas medidas de prevenção.

Na Região Administrativa Especial de Hong Kong, foi detectado nessa segunda-feira (27) o primeiro caso de H7N9 em um mercado agrícola local. Cerca de 20 mil aves desse mercado devem ser eliminadas hoje.

As autoridades intensificaram o controle sanitário, nos postos de fronteira, das pessoas que viajam. Estão sendo adotadas medidas como a medição da temperatura e o exame médico, se necessário, dos passageiros que entram e saem do país.

Tags: ÁSIA, aviária, gripe, prevenção, vírus

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.