Jornal do Brasil

Quinta-feira, 23 de Outubro de 2014

Ciência e Tecnologia

Espionagem dos EUA teria usado apps como Google Maps e Angry Birds

Jogo Angry Birds teria alto potencial de enviar informações úteis em espionagem

Portal Terra

A Agência de Segurança Nacional (NSA, na sigla em inglês) dos Estados Unidos e a parceira britânica GCHQ desenvolveram métodos para coletar informações de usuários de aplicativos populares, como o jogo Angry Birds, e aplicativos de geolocalização como o Google Maps, segundo informaram nesta segunda-feira os jornais The New York Times e The Guardian. As informações são baseadas em arquivos sigilosos divulgados por Edward Snowden, que denunciou ao mundo o esquema de espionagem global promovido pelos EUA.

De acordo com as publicações, os aplicativos de smartphones, incluindo iPhones e Androids de última geração, geram informações “mais ricas” que os browsers de computadores, entre elas o tipo de aparelho, localização e sexo do usuário. 

Jogo Angry Birds teria alto potencial de enviar informações úteis em espionagem
Jogo Angry Birds teria alto potencial de enviar informações úteis em espionagem

Alguns aplicativos podem apontar até a orientação sexual, nível de educação, salário e se o usuário é adepto ao “swing” entre casais ou não. Dois aplicativos foram especialmente citados no relatório obtido pelos jornais: Google Maps e Angry Birds.

Em um documento de 2008, a agência de inteligência britânica afirma que “na prática, qualquer pessoa que faz uso do Google Maps em um smartphone está cooperando com o sistema da GCHQ”. Já o popular jogo Angry Bird pode ter sido alvo da espionagem por meio de publicidade feita pela Millennial Media, que também seria “rica” em informações. A Rovio, criadora do jogo, afirmou que não tem conhecimento de falhas no aplicativo sendo usadas para espionagem. 

Tags: . obama, cia, espião, EUA, nsa

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.