Jornal do Brasil

Quarta-feira, 20 de Junho de 2018 Fundado em 1891

Ciência e Tecnologia

Espionagem dos EUA teria usado apps como Google Maps e Angry Birds

Jogo Angry Birds teria alto potencial de enviar informações úteis em espionagem

Jornal do Brasil

A Agência de Segurança Nacional (NSA, na sigla em inglês) dos Estados Unidos e a parceira britânica GCHQ desenvolveram métodos para coletar informações de usuários de aplicativos populares, como o jogo Angry Birds, e aplicativos de geolocalização como o Google Maps, segundo informaram nesta segunda-feira os jornais The New York Times e The Guardian. As informações são baseadas em arquivos sigilosos divulgados por Edward Snowden, que denunciou ao mundo o esquema de espionagem global promovido pelos EUA.

De acordo com as publicações, os aplicativos de smartphones, incluindo iPhones e Androids de última geração, geram informações “mais ricas” que os browsers de computadores, entre elas o tipo de aparelho, localização e sexo do usuário. 

Jogo Angry Birds teria alto potencial de enviar informações úteis em espionagem

Alguns aplicativos podem apontar até a orientação sexual, nível de educação, salário e se o usuário é adepto ao “swing” entre casais ou não. Dois aplicativos foram especialmente citados no relatório obtido pelos jornais: Google Maps e Angry Birds.

Em um documento de 2008, a agência de inteligência britânica afirma que “na prática, qualquer pessoa que faz uso do Google Maps em um smartphone está cooperando com o sistema da GCHQ”. Já o popular jogo Angry Bird pode ter sido alvo da espionagem por meio de publicidade feita pela Millennial Media, que também seria “rica” em informações. A Rovio, criadora do jogo, afirmou que não tem conhecimento de falhas no aplicativo sendo usadas para espionagem. 

Portal Terra


Tags: . obama, cia, espião, eua, nsa

Compartilhe: