Jornal do Brasil

Sexta-feira, 31 de Outubro de 2014

Ciência e Tecnologia

Gestantes do Rio ganham programa de humanização pioneiro na rede privada

Jornal do Brasil

Maternidade é um dos momentos mais felizes na vida das futuras mães e pais, mas, para aqueles que não têm experiência, pode ser um período cheio de dúvidas. Pensando na humanização e no acolhimento de gestantes, hospitais particulares do Rio implantaram recentemente o Programa de Relacionamento e Orientação (PRO) Mamãe e Bebê, pioneiro no serviço de saúde privado. 

O programa está disponível para mamães da Zona Norte do Rio de Janeiro que podem ter acesso ao serviço gratuito no Hospital Pasteur, localizado no Méier, e também para as gestantes do outro lado da cidade, por meio da Casa de Saúde São José, em Duque de Caxias, Baixada Fluminense. O projeto ainda pode ser expandido para a Zona Sul, na Casa de Saúde Santa Lúcia.

A proposta é oferecer orientação teórica e prática por meio de assistência às futuras mamães, desde o início da gravidez até 2 anos de vida da criança. Entre os diferenciais da ação estão o curso para gestantes, a distribuição de cartilhas com orientação e até uma central telefônica disponível 24 horas para tirar dúvidas.

O principal objetivo do projeto é dar informação às mães e tranquilizá-las para esse momento especial, pois elas receberão cuidados desde o pré-natal até o pós-parto”, afirma Elaine Velasco, enfermeira do Hospital Pasteur. 

Segundo Ilana Menezes, enfermeira da Casa de Saúde São José, o programa inicia com um curso para gestantes que prepara os pais para o nascimento da criança, com dicas sobre cuidados imediatos com o recém-nascido, alimentação saudável, amamentação, enxoval e detalhes sobre os tipos de parto, tudo isso registrado em um guia distribuído às grávidas. “No curso são passadas as informações fundamentais de como será o contato inicial que elas terão com seus bebês”, explica Ilana. A especialista ressalta ainda que no período que antecede o parto, a paciente recebe acompanhamento exclusivo, que é estendido até o momento do pós-operatório.

As unidades também estimulam a filosofia do Alojamento Conjunto, em que o recém-nascido sadio, logo após o parto, permanece no quarto com a mãe em tempo integral até a alta hospitalar. O Alojamento Conjunto é preconizado pelos Hospitais Amigos da Criança, título concedido pelo Ministério da Saúde. Esse conceito visa aumentar os índices de aleitamento materno; fortalecer o vínculo afetivo entre os pais e o filho; possibilitar o aprendizado materno sobre como cuidar do recém-nascido e reduzir os índices de infecção hospitalar, entre outros benefícios para a saúde materno-infantil.

De acordo com Elaine Velasco, a utilização de aleitamento complementar para os recém-nascidos reduziu em 30% desde o início do programa no Hospital Pasteur. “Anteriormente os bebês utilizavam a alimentação complementar três vezes ao dia; após a implantação do PRO Mamãe e Bebê, a frequência caiu para uma dose diária, o que é um ganho para a saúde dessas crianças que, ao consumirem mais leite materno, têm sua imunidade aumentada”, constata.

Outro ponto de destaque do programa são as dicas que a família recebe durante a internação, como o banho do bebê dado no quarto do hospital na presença dos pais. “O momento do banho do recém-nascido representa um grande desafio, principalmente para as mães de primeira viagem. Muitas sentem a necessidade de tirar dúvidas e pedir conselhos antes de realizar as tarefas sozinhas. Pensando nisso, todos os bebês tomam banho no quarto do hospital para que os responsáveis possam ver e aprender as técnicas na hora do procedimento, conta Elaine.

Segundo Ilana Menezes o programa prevê que, no momento da alta hospitalar, a criança já saia com a primeira consulta no pediatra agendada e  acompanhada de manual do bebê, com todo o histórico da criança e um DVD com todas as orientações passadas durante o período no hospital. E para possíveis dúvidas do dia a dia, o programa coloca à disposição uma central telefônica, composta por enfermeiras de plantão 24 horas, todos os dias da semana, que auxiliam nos momentos de insegurança. 

Tags: futuras, hospitalares, mães, parto, SAÚDE, unidades

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.