Jornal do Brasil

Quinta-feira, 30 de Outubro de 2014

Ciência e Tecnologia

Astrônomos descobrem buraco negro de massa estelar

Jornal do Brasil

Embora os buracos negros não emitam luz, todos aqueles que são várias vezes mais massivos que o sol chamam a atenção. Foi assim que astrônomos descobriram o primeiro buraco negro chamado Cygnus, relata uma matéria da revista Science desta semana. Agora, pela primeira vez, os astrônomos conseguiram descobrir um buraco negro de massa estelar sem o uso de observações de raios-x.

Localizado há 8.500 anos luz da Terra, o objeto escuro orbita como uma estrela brilhante, azul chamada MWC 656 que gira tão rápido que arremessa gás (de cor vermelha) em torno de si mesmo; gás adicional (de cor azul) roda em torno do buraco negro, mas não cai, explicando a falta de raios-x. Ao medir os deslocamentos dos dois discos gasosos à medida que orbitam um ao outro a cada 60 dias, os cientistas deduziram que o objeto escuro pesa de 3 a 9 vezes mais do que o sol massivo, o suficiente para ser um buraco negro, os pesquisadores relatam hoje na revista Nature. A descoberta sugere que muitos outros buracos negros igualmente habitam na galáxia, desconhecido pelos astrônomos

Tags: buraco, cientistas, estrela, massivo, pesquisa

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.