Jornal do Brasil

Quarta-feira, 23 de Abril de 2014

Ciência e Tecnologia

Science: redemoinho ao redor do sol tem centenas de milhares de quilômetros

Jornal do Brasil

Em matéria da revista Science, pesquisadores descobriram que grandes fluxos de materiais que circulam o calor do interior do sol para sua superfície, desde o final da década de 1960, mas nunca antes visto diretamente, finalmente foram vistos. Os pesquisadores já sabiam que há muito tempo os fluxos menores, chamados de grânulos (que duram alguns minutos e tem tipicamente cerca de 1000 quilômetros de diâmetro) e super grânulos (que duram cerca de 1 dia e tem geralmente cerca de 30.000 km de diâmetro), nesta nova pesquisa concluíram que os novos redemoinhos, são 30% do interior do sol, e têm várias centenas de milhares de quilômetros de diâmetro e persistem por vários meses, relataram os pesquisadores a revista Science.

A equipe analisou as observações espaciais do sol tomado a cada 45 segundos durante vários anos. Depois de remover os efeitos da rotação solar e representando o ângulo de visão de áreas que não estão diretamente em direção a Terra, os pesquisadores puderam discernir os chamados padrões de fluxo de células gigantes, que causam super grânulos em toda a superfície do sol. A Velocidade de fluxo no interior das células gigantes transporta a água quente a partir do fundo de uma panela aquecida para a superfície, são apenas alguns metros por segundo, estimam os pesquisadores. Mas os efeitos globais desses fluxos (como a faixa vermelha ao longo no hemisfério Norte do Sol) são importantes. Entre outras coisas, a circulação de células gigantes ajuda a energia de transporte das regiões polares do sol para seu equador, onde o material giro em torno do sol cerca de 10 dias mais rápido do que perto dos polos. Os fluxos também influenciam substancialmente a estrutura e a evolução do campo magnético do sol, suspeitam os pesquisadores. Regiões ativas na superfície solar, muitas vezes, as fontes de erupções solares, podem formar-se em áreas onde os fluxos convergem, fazendo com que os campos magnéticos se concentrem.

Tags: analisou, fluxos, fontes, pesquisa, sol

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.