Jornal do Brasil

Sexta-feira, 25 de Abril de 2014

Ciência e Tecnologia

Sonda pousa na Lua e faz da China o 3º país em solo lunar

Último pouso foi há 37 anos, pela sonda soviética Luna 24

Jornal do Brasil

A primeira sonda lunar da China, o Chang E3, pousou neste sábado (14) na cratera lunar Sinus Iridum, o que transforma o país asiático no terceiro, após Estados Unidos e União Soviética, a conseguir alunissagem controlada. A última aterrissagem foi há 37 anos, com a sonda soviética Luna 24, da extinta União Soviética, no dia 18 de agosto de 1976.

O pouso foi menos de três semanas depois do lançamento do equipamento, no dia 2 de dezembro. A espaçonave Chang E3 - nome da deusa da Lua segundo a mitologia chinesa, liberará a sonda Yutu (Coelho de Jade), animal de estimação da deusa. O objetivo é explorar a superfície e buscar recursos naturais no satélite. A Chang E3, lançado da base aérea de Xichang, orbitava a uma velocidade de 1,7 quilômetros por segundo e pousou com sucesso às 11h12, horário de Brasília.

A manobra de pouso foi transmitida ao vivo por diversos canais da televisão estatal chinesa e durou 12 minutos. A Chang E3 ofereceu nítidas imagens da superfície lunar, ajudada pela ausência de atmosfera e por encontrar-se na face iluminada do satélite.

A missão da sonda foi saudada com expressões de orgulho por internautas chineses e pelo governo de Pequim, que quer capitalizar a excitação despertada pela façanha, que vende réplicas da Coelho de Jade feitas em zinco e prata.

A Yutu tem seis rodas, quatro câmeras e dois braços mecânicos que conseguem cavar até 30 metros para retirar amostras do solo. Movida a energia solar, o equipamento vai explorar a estrutura da superfície lunar por pelo menos três meses.

Com informações do portal Terra

Tags: CIÊNCIA, espacial, ESPAÇO, lua, sonda, tecnologia, universo

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.