Jornal do Brasil

Sábado, 22 de Julho de 2017

Ciência e Tecnologia

Bicicleta pública foi opção de lazer para muitos cariocas no feriado

Jornal do Brasil

JB Online

RIO DE JANEIRO - As bicicletas públicas de aluguel foram uma opção de lazer concorrida para muitos cariocas e de turistas neste feriado de páscoa. Entre a Quinta-feira Santa (01/04) e o domingo de Páscoa (04/04), o sistema Pedala Rio, da Prefeitura do Rio de Janeiro, registrou mais de 300 aluguéis. No domingo, o clima ameno levou mais de 100 pessoas a recorrer às bicicletas públicas para se deslocar pela Zona Sul do Rio. O que mostra que o sistema voltou com força total e está sendo reincorporado aos hábitos da cidade.

- Estamos impressionados com o aumento da procura pelas bicicletas. Elas voltaram com força total. A cada final de semana batemos um novo recorde de aluguéis. Durante os dias de semana as pessoas também estão procurando bastante o sistema, principalmente para deslocamentos curtos entre casa-trabalho e outros compromissos perto de casa comemora Angelo Leite, presidente da Serttel, empresa que administra o sistema de aluguel.

Depois de três meses em revisão, o sistema de bicicletas públicas retornou às ruas do Rio no dia 21 de março. Desde então, a procura pelos aluguéis vem aumentando a cada semana. O serviço voltou repaginado: as 190 bicicletas ganharam novas cores - agora são azuis-, tiveram as travas reforçadas e o sistema de pagamento está muito mais simples e barato. O programa também conta com o apoio da Secretaria Estadual de Transportes.

Agora, por apenas R$ 20 por mês, o usuário poderá usar o equipamento, pegando e deixando as bikes em qualquer uma das 19 estações espalhadas pela cidade, não sendo mais necessário pagar seis meses consecutivos como antes.

Aproveitando a reformulação do sistema, todas as 19 estações do Pedala Rio - em Copacabana, Ipanema, Leblon, Humaitá, Gávea e Lagoa- também foram reestruturadas, ganhando câmeras de segurança e sensores. Há mais de duas semanas, o sistema não registra problemas relacionados à segurança pública.

- O importante nesta retomada é inserir as bicicletas públicas na vida e na rotina da cidade. É importante que o serviço se popularize e que cada carioca cuide das bicicletas públicas como se fossem suas. Esse é um projeto que tem a cara do Rio e faz bem a rotina da cidade e dos moradores comenta Mauro Tavares, coordenador do Programa Rio Estado da Bicicleta do Governo do Estado.

(Com informações da Assessoria de Imprensa)

Compartilhe: