Jornal do Brasil

Domingo, 15 de Julho de 2018 Fundado em 1891
Hildegard Angel

Colunistas - Hildegard Angel

Patricia empina suas pipas e seu talento 

Jornal do Brasil

Patricia Secco inaugura hoje no Centro Cultural dos Correios sua exposição AR. Uma grande sala cheia de pipas/telas, que voarão no ambiente da exposição. Na outra sala, a instalação Metamorfose, com esculturas de arame, onde ela expõe o Ciclo das Borboletas. 

Na entrada, um Homem de Arame solta uma pipa. O catálogo reúne textos de João Candido Portinari, Lenny, Leo Gandelman, Leo Jaime, Cissa Guimarães, Gloria Maria, Luis Fernando Silva Pinto, a medalhista olímpica do voley Agatha e o fotógrafo Antonio Guerreiro.

Essa mostra é um preâmbulo da próxima, no dia 12, na loja que ela mais adora no Rio, a Dona Coisa, misturando suas esculturas às roupas que Patricia Secco faz em parceria com a estilista Teresa Freire, dona da TF. 

Patricia Secco inaugura sua exposição AR no Centro Cultural dos Correios 

Design, moda, artes plásticas, tudo junto e a mesma coisa, é o conceito sem fronteiras da atualidade, em que os preconceitos desabam em todos os setores da vida, do sexo ao comportamento às religiões aos dogmas restritivos em geral, tornando mais amplas as possibilidades em todos os campos. Tudo isso é a modernidade. 

Patrícia Secco conceitua seu trabalho a exemplo da Fondation Louis Vuitton, que apresenta moda, esculturas de Philip Starck e tudo de belo que lhe desperte o interesse. Assim, a música também entra nesse cenário, com o sax de Leo Gandelman presente nos dois vernissages.

**

Um filme necessário. Um filme urgente. 

“Auto de resistência” é um conceito jurídico usado durante anos para inocentar policiais que mataram pessoas durante operações. 98% dos inquéritos de auto de resistência acabam arquivados, sem conclusão das investigações. Agora o documentário “Auto de Resistência” acompanha esses casos simbólicos dos últimos anos, a trajetória de personagens que lidam com essas mortes e o tratamento dado pelo Estado às vítimas e seus familiares. 5 pessoas foram mortas por dia pela polícia do Rio em janeiro de 2018. Um recorde histórico. Já são mais de 16.000 pessoas mortas por policiais no Estado, desde 1997. 

Com direção de Natasha Neri e Lula Carvalho, o documentário vai passar no 23º Festival “É Tudo Verdade”, de 12 a 22 de abril.

**

Ir e vir e dormir 

Os mendigos esparramam-se pelas calçadas da cidade. No centro, a população de rua triplicou. Nas calçadas, onde havia um sem teto, agora são três. Incomodados, moradores dos prédios da Zona Sul pensam soluções de como se livrar do ‘incômodo’. Jogam creolina, molham o chão, mas nada os afasta. A síndica de um edifício no Flamengo foi reclamar com um mendigo e ele puxou o artigo da constituição que lhe dá o direito de ir e vir. Verdade é que só a melhora da economia do país, a queda do desemprego, a retomada dos programas sociais, assim como pessoas mais tolerantes e uma prefeitura mais efi ciente podem fazer a cidade retomar sua antiga condição, com os cidadãos mais felizes e as calçadas menos habitadas.

**

Violência no BarraShopping

Munidos de facas e canivetes, os pivetes reinam no estacionamento do BarraShopping. Eles dominam, do ponto de ônibus das Lojas Americanas até o New York City Center. Qualquer intervenção dos seguranças, eles correm para a Av. das Américas, ziguezagueando entre os carros, sem medo. Cercando suas vítimas, eles costumam assaltar no ponto dos ônibus do Condomínio Cidade Jardim e no estacionamento. Bem que o shopping podia dar uma reforçada na sua segurança externa.

**

BORBULHANTES

NESSES ÚLTIMOS DIAS, e como nunca, vemos nos telejornais, nas mídias sociais, mulheres jovens defendendo com fi rmeza seus pontos de vista... AS MARIELLES estão por toda parte. Elas brotam do chão, das favelas, das manifestações, das escolas, de todos os estados brasileiros... TODAS QUEREM ser Marielle. Todas querem ter voz e se fazerem ouvidas. Impressionante o fenômeno... ENTRE AS MARIELLES que despontam, está sua viúva, Mônica Benício... NA SEGUNDA-FEIRA, no Circo Voador, na manifestação com Lula, Chico Buarque e Manuela D’Ávila, Mônica emocionou geral com seu discurso: “O assassinato de Marielle é só mais um ataque à democracia que estamos vivendo”. Foi interrompida por aplausos, e prosseguiu: “Não é com a morte de seu corpo que sua voz será calada, pois ela está em cada um de nós”... E CONCLUIU: “Estar aqui por ela, falando em nome dela, é minha prova de amor”. Geral vibrou... INTERNET JÁ bombando na votação da categoria “Hino do Ano” do concorridíssimo MTV MIAW 2018. Abriu ontem... O ASSÉDIO é grande. Os indicados pedem votos aos fãs. E fãs pedem votos para os preferidos. A saber: Jojo Todynho, com “Que Tiro foi Esse”; Iza, com “Pesadão”; Mc Kevinho, com “Rabiola”; o dueto de Nego do Borel e Luan Santana, “Contatinho”; a Gravadora 1Kilo, com “Deixe me Ir”... MAS A GRANDE campeã de indicações até agora no MTV MIAW é Anitta, indicada a nove prêmios e também nesta categoria, com “Vai Malandra”, requebrando o bumbum como uma britadeira... A PORTELA emplaca 95 anos dia 14 com festa show de Paulinho da Viola e Marisa Monte na quadra famosa de Madureira...  A PALAVRA ‘privatização’ se tornou um mantra contra qualquer inefi cácia do Estado... SAÚDE, PRIVATIZA. Educação, privatiza. Telefonia, privatiza... O PROBLEMA é que nem sempre o dono da concessão pública tem interesse no que é público... É O CASO da concessionária de serviços de telefonia de Goiás, agora acionada com processo na justiça porque se recusa a instalar um telefone público na aldeia indígena Tapuia, em Goiás... O TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL 1 (TRF1) manteve a decisão da 2ª Vara da Justiça Federal contra a Brasil Telecom e a Anatel, e determinou a instalação de um telefone público na aldeia... MAS, PORÉM, todavia, contudo, os envolvidos recorreram.... A EMPRESA concessionária alegou que aldeia não é “localidade”... SE ALDEIA não é localidade é o quê? Poça d’água? Buraco? Lá no Google dizem que é. Quer saber mais que o Google?... OPS! NÃO bastassem Operação Lava Jato e Mecanismo, vem aí outra produção audiovisual bebendo na fonte da corrupção: O Doutrinador.  Sobre um anti-herói brasileiro que caça políticos e empresários corruptos... AS FILMAGENS foram concluídas na madrugada do domingo... O FILME E a série foram criados por Gabriel Wainer e Luciano Cunha. O fi lme estreia nos cinemas em setembro. Já a série de TV será exibida no canal Space em 2019.... A DIREÇÃO de ambos é de Gustavo Bonafé, com codireção de Fabio Mendonça. Roteiros de Mirna Nogueira, LG Bayão, Guilherme Siman, Rodrigo Lages, Denis Nielsen, além dos criadores Gabriel Wainer e Luciano Cunha - quanta gente, enredo de escola de samba perde!... NO ELENCO, Kiko Pissolato, Du Moscovis, Marília Gabriela, Helena Ranaldi e Tuca Andrada... A COLUNA manteve vocês aqui informados sobre a CPI dos Transportes, na Câmara Municipal, e o resultado foi... um traque!... AI, QUANTA VERGONHA! Todo mundo apertou o nariz, teve gente que olhou pra mão pra ver se estava amarela. Mas seguramente a mão amarela não era a do vereador Tarcísio Motta, do Psol, que fi cou possesso com o resultado: um incipiente relatório de oito páginas, sem sequer um indiciamento... TALVEZ POR isso o vereador Rocal, relator do processo, tenha preferido não falar aos jornalistas após a sessão... PELO DESAFORO, o vereador Tarcísio apresentou m relatório alternativo com 350 páginas, uma série de recomendações e 51 indiciamentos... EU DISSE 51, número emblemático, porque é aquele da CANA... ENTRE OS 51 nomes do Tarcísio, estão o empresário Jacob Barata Filho e o ex-prefeito Eduardo Paes... OCALHAMAÇO será entregue ao Ministério Público, Receita Federal e Tribunal de Contas do Município... O relatório aponta irregularidades no sistema, no âmbito municipal, diretamente relacionadas às operações Ponto Final e Cadeia Velha, da Lava-Jato, e recomenda a cassação da licitação de 2010, sugerindo que uma empresa pública organize e coordene o sistema de transportes, hoje controlado pela Fetranspor... A CPI foi instalada em 15 de agosto de 2017 e, apesar dos insistentes pedidos formais para se convocar empresários do setor, não foi interrogado um empresário sequer... 

**

A MUITOS restaurantes do Rio só resta a entrega das chaves. Não bastasse a violência, o que não é novidade no Rio e no Brasil todo, há a nova postura da mídia, plantando o pânico nos cidadãos, que se pelam de medo de sair de casa a partir das 18h. Uma cidade morta é uma cidade sem consumo. Este enfoque é um desfoque.

Com João Francisco Werneck



Tags: angel, borbulhantes, centro cultural, coluna, exposição, hildegard, jb

Compartilhe: