Jornal do Brasil

Segunda-feira, 25 de Junho de 2018 Fundado em 1891
Hildegard Angel

Colunistas - Hildegard Angel

A Nova Família Brasileira - parte 2

Jornal do Brasil

A Nova Família Brasileira conquista espaços nunca antes ocupados. Pela primeira vez acontecerá, nos salões do Copacabana Palace, um casamento de menina com menina... Será no próximo sábado, o “sim” de Priscila Raab, que atua com o pai no mercado financeiro, e Roberta Gradel, representante de laboratório farmacêutico.... 

Priscila loura, Roberta ruiva, ambas bonitas, magras, malhadas, bem lançadas, inteligentes, divertidas e entusiasmadas com o passo que vão dar... Obedecendo a tradição judaica, pois Roberta é judia devotada, elas não se veem, não se comunicam, nem e-mail, nem zap nem nada, desde sábado passado, até a hora da cerimônia, quando vão se encontrar na Rupá, que o decorador Leonardo Araújo vai montar no Salão Nobre... 

Ambas vão se hospedar em suítes diferentes do Copa. Onde se prepararão. Uma delas com o maquiador Marcelo Hicho... Marie Lafayette veste as duas, com muita feminilidade, noivas diáfanas, brancas, véu, grinalda, buquê. As provas foram em dias e horários diferentes, para uma não ver o vestido da outra antes da data. Tradição...   

A cerimônia consistirá numa bênção judaica, pelo Hazan Davi, tipo um pré-rabino... Sim, elas vão, cada uma, quebrar um copo, como é praxe nessas ocasiões, e tomar o vinho Kasher, sagrado... E os homens presentes à cerimônia no Nobre usarão kipá... Jantar no Golden Room para 200 comensais... Cerimonial Ricardo Stambowsky, menu do Copa, DJ Scarlet, a bela filha de Jairo de Sender, música judaica, dança das cadeiras para as noivas, os doces terão nome e sobrenome: os clássicos de Fabiana D’Angelo, barrigas de freira da Monica Soares Sampaio, bem casados da Sueli Stambowsky, bolo de casamento da Regina Rodrigues.... O champagne será Laurent Perrier, e o Copa está na maior excitação com mais esse casamento pioneiro. Pois o de menino com menino eles já fizeram...  

A propósito, o site soteropolitano alô alô bahia fez referência à Nova Família Brasília, conforme definição e conceito desta coluna, ao noticiar o casamento menino-com-menino, que rolou em nosso Gávea Golf, de Pedro Godoy, filho do saudoso Edson Bueno, da Amil, e Hermann Hoffmann. E assim caminha a Humanidade...

Lucio Salvatore intriga e faz pensar

Este é um período particularmente positivo para Lucio Salvatore, em que se dedica a mostrar obras desenvolvidas ao longo da carreira em contextos diferentes.

 Sua exposição no MAM, Metaelementi, com curadoria de Fernando Cocchiarale e Fernanda Lopes, acabou de ser prorrogada até 1º de Maio, data emblemática se pensarmos num artista de tal forma focado e dedicado ao trabalho que realiza. Ele também inaugurou, esta semana, uma nova exposição individual no Escritório de Arte da Martha Pagy, com a frequência de artistas, críticos de arte e colecionadores, em seu vernissage confirmando o prestígio consolidado.  

Lucio Salvatore, artista brasileiro, italiano de nascimento, economista de formação, inquieto e questionador por convicção

O artista italiano, que antes de abraçar as artes no Brasil, formou-se economista pela Bocconi de Milão, concebeu a mostra Controvalori com uma obra conceitual, que faz uma paródia do mercado de arte e seu sistema de atribuição de valor às obras de arte. 

Controvalori traz mais de 20 obras, colagens, desenhos, fotografias e objetos escultóricos, sempre tendo como questão central, com olhar humorado, uma reflexão sobre o valor da obra de arte e as convenções que construíram a lógica do sistema de acumulação de valor na produção artística. Uma proposta corajosa, que faz a crítica e a autocrítica do mercado e da própria atividade arte.

Em algumas peças. Lucio reinventa a dinâmica do capital usando elementos que chama de Arte Poveríssima (Arte Paupérrima), como etiqueta de preços, documentos de leilões de arte, moedas de centavos, numa sátira que redefine a regra do jogo do valor da arte. Enfim, uma proposta que intriga, instiga, faz pensar, justifica a arte, sem esquecer a beleza plástica de suas criações, como aqui nesta foto.

BORBULHANTES

Aniela Jordan produz e Guilherme Leme dirige o musical “Romeu e Julieta”, versão atualizada, jovens e belos atores, Julieta negra, para estrear no Teatro Riachuelo... Conta-me o conde Ernesto Azzalin, em jantar de Dalal Achcar no Satyricon, que seu amigo, o cineasta Franco Zeffirelli, na cadeira de rodas aos 95 anos, goza de plena lucidez. Bom saber... Zeffirelli guarda no peito uma mágoa do Brasil. Era o governo de Figueiredo, e o cineasta, encantado com o Rio de Janeiro, quis remontar aqui, no Teatro Municipal, sua encenação famosa da ópera A Traviata... Nosso grande dramaturgo Guilherme Figueiredo, irmão do presidente João, presidia a Funarte, e implicou com o projeto, que previa a filmagem da encenação e sua exibição no exterior... Em vez de ver como uma divulgação da excelência de nossa orquestra sinfônica no estrangeiro, considerou que seria um instrumento de cópia de tudo de bom que temos. Não autorizou e pronto... Inconsolável, Zeffirelli deixou passar um tempo e propôs a filmagem da vida de Toscanini no Brasil... Pelas mesmas razões, Guilherme Figueiredo deu o contra. Manda quem pode, obedece quem tem juízo...  Mais cultura, menos burocracia. Foi atualizada ontem, segunda-feira, 5, a lei 7.837/18, do deputado Zaqueu Teixeira (PDT), a mesma que declarou o hip hop patrimônio cultural do Estado... A norma permite que, quando não tiverem estrutura de palco nem atrapalhem o trânsito, as rodas culturais de rap podem se realizar sem autorização do Governo... Anteriormente, cada vez que uma roda se reunia, os organizadores precisavam acessar o portal Carioca Digital e pedir um Alvará de Autorização Transitória, que levava até 40 dias para ficar pronto... Os realizadores alegavam que era inviável pedir repetidamente o documento para promover uma atividade com frequência semanal. Agora o liberou geral é lei. O rap vai estar nas ruas geral... Vocês sabem que o Rio de Janeiro tem uma Rua da Chita? Pois é, e ela fica em Bangu, onde no passado foi a fábrica de tecidos famosa. Lá está o tradicional Ceres Futebol Clube, 84 anos de história, que ontem foi tombado como patrimônio histórico e cultural do Estado do Rio de Janeiro, Lei 7.876/18... Gozado que, no ano passado, o clube recebeu ordem de despejo. Quase perdeu terreno, sede e seu Estádio João Francisco, por conta de dívidas com o INSS!... Ocorre que o presidente do Ceres é ninguém menos do que o coronel Jairo, apontado como miliciano na CPI das Milícias e pai do vereador Jairinho, do PMDB, líder do governo na Câmara, campeão de votos em... Bangu, naturalmente... Se eu publicasse aqui a relação das empresas poderosas que não pagam a Previdência, vocês cairiam pra trás. São as maiores do país. E como o exemplo vem de cima, o humilde Ceres também não precisa pagar, né? Entenderam por quê inventaram de reformar a Previdência? Porque eles não têm vontade nem peito nem autoridade pra cobrar quem realmente deve. Bom pagador somos nós, o povo... Uma exposição sobre engenharia e interiores de transatlânticos vai inaugurar, em 15 de setembro, o V&A Museum of Design da Escócia. Será o primeiro do país dedicado ao tema. Na cidade de Dundee. Vai à Escócia? Quer redecorar seu transatlântico? A mostra fica aberta até 24 de fevereiro de 2019. #ficaadica... Melhor que transatlântico, o bom deve ser projetar museus. O Louvre de Abu-Dhabi, inaugurado no fim do ano passado, custou 400 milhões de euros à monarquia local, com projeto do arquiteto francês Jean Nouvel, num franchise de 30 anos... Já os três anos de obras de reformas do Museu de Arte Moderna de São Francisco, EUA, tocadas por um escritório norueguês de arquitetura, consumiram US$ 305 milhões... Até o nosso Inhotim, museu a céu aberto, apesar dos problemas enfrentados por seu ex-presidente e criador Bernardo Paz, apresenta números de impressionar. As projeções são de, até junho, atingir a marca de 3 milhões de pessoas, desde a sua abertura, em 2006... Atenção, Comando de Caça ao Comunismo, alerta máximo! Está sendo comemorado o bicentenário de Karl Marx. E a Editora Boitempo pretende publicar, pelo menos, 10 livros ao longo do ano. Em tempo: o suspeito já morreu!... Uma amenidade pra descontrair: uma roda gigante idêntica à célebre London Eye será montada em terreno do Centro Acadêmico 11 de Agosto, da Faculdade de Direito da USP, na região do Parque Ibirapuera...



Tags: angel, borbulhantes, coluna, hildegard, jb

Compartilhe: