Jornal do Brasil

Segunda-feira, 29 de Maio de 2017

Economia - Balcão de Emprego

Livro discute modelo para engajar pessoas no mercado de trabalho

Iniciativa repensa padrões e busca integrar intenções e ações

Jornal do Brasil

O objetivo das organizações é sempre expandir o nível de satisfação e de engajamento da sua equipe que trabalha diretamente com gestão de pessoas. Mas os resultados nem sempre são satisfatórios e não alcançam o comprometimento.

Debruçado sobre a questão, o mestre em Sistemas de Gestão com especialização em Governança Corporativa pela UFF, consultor e professor de pós-graduação e diretor da Escola de Alto Desempenho, Ricardo Seperuelo elaborou o livro a 'A Arte de Engajar Pessoas'.

O fato é que manter pessoas engajadas é um desafio constante. O professor Seperuelo apresenta em sua obra mecanismos para auxiliar gestores a alinhar o propósito de vida das pessoas às metas de uma organização. “Milhões de pessoas no mundo todo saem todos os dias para trabalhar e não sabem exatamente o que de fato fazem, qual o seu papel na empresa e na sociedade e, por que não, no mundo?”, destaca.

Para Seperuelo, repensar padrões utilizados, buscando as mudanças necessárias para despertar autênticos propósitos organizacionais e de vida de pessoas é fundamental. “As organizações perderam seus propósitos e se voltaram somente para o lucro a qualquer preço. Deixaram de lado as relações envolvidas e necessárias para o negócio em si”, avalia.

A obra semeia a integração de intenções e de ações. O consultor Seperuelo desperta a atenção de pessoas e organizações para o valor do engajamento de cada um acima da busca desenfreada do “lucro pelo lucro”.

A Arte de Engajar Pessoas é um modelo de gestão para liderança estratégica que repensa os padrões utilizados, buscando as mudanças necessárias para colocar luz sobre os verdadeiros propósitos organizacionais e de vida de pessoas.

O autor

Para Seperuelo, repensar padrões utilizados, buscando as mudanças necessárias para despertar autênticos propósitos organizacionais e de vida de pessoas é fundamental
Para Seperuelo, repensar padrões utilizados, buscando as mudanças necessárias para despertar autênticos propósitos organizacionais e de vida de pessoas é fundamental

Ricardo Seperuelo é consultor com experiência internacional, mestre em Sistemas de Gestão com especialização em Governança Corporativa pela UFF. Possui experiências como coordenador e professor de cursos de pós-graduação nas áreas de gestão, incluindo gerenciamento de projetos, gestão de processos, gestão empresarial e gestão de pessoas.

Tags: #uff, desafios, engajamento, mecanismos, mercado de trabalho, Metas, Relações

Compartilhe: