Jornal do Brasil

Domingo, 15 de Julho de 2018 Fundado em 1891

País - Artigo

Saúde & Alimentação: O poder da meditação para sua juventude, saúde e bem-estar

Jornal do Brasil Wilson Rondó Junior *

Nosso corpo reage aos desafios de estresse do mundo moderno do mesmo modo que no mundo pré-histórico. Antes, se um animal selvagem o ameaçava, sua resposta era de enfrentamento ou fuga... Sua frequência cardíaca, pressão arterial e respiração aceleravam. Os hormônios adrenalina e cortisol aumentavam. Então, quando a ameaça passava, seu corpo retornava a um estado de relaxamento em 20 a 60 minutos.

E hoje, é dessa mesma forma que reagimos, nada mudou... Só o estresse, que é mais psicológico. Nosso mundo atual é acelerado cheio de desafios mentais, emocionais, estresse de trânsito, problemas profissionais e financeiros. Ou seja, você está em um estado crônico de estresse e inflamação. 

E é essa inflamação silenciosa que leva à maioria das doenças degenerativas e envelhecimento. Refiro-me à doença de Alzheimer, artrite, diabetes, doença cardíaca, câncer, etc.

E o que se costuma prescrever são medicações para o estresse. Infelizmente, essas drogas apenas mascaram o problema, causando uma série de efeitos colaterais indesejáveis. Porém, pesquisas recentes nos mostram que há outra maneira de reverter os efeitos do estresse.

Quando sua reação de luta ou fuga entra em ação, seu corpo aumenta  uma molécula chamada fator nuclear kappa B (NF-kB). Em condição de  estresse, o NF-kB ativa genes para produzir proteínas chamadas citoquinas,  que causam inflamação a nível celular. Estudos mostram que é possível  reverter esses efeitos negativos com técnicas mentais e físicas, como meditar,  fazer yoga, Tai Chi e Qigong.

Essas técnicas não só relaxam você, mas mudam seu DNA. Em uma Meta-análise de 18 estudos abrangendo 846 pessoas, pesquisadores britânicos analisaram mais de uma década de dados sobre a interação dessas técnicas mentais e físicas com os nossos genes. 

Na imensa maioria dos estudos, observou-se atividade menor do gene de inflamação e NF-kB. Ou seja, consegue-se com essas técnicas reduzir a inflamação e criar uma melhor resposta ao estresse. E leva apenas algumas semanas ou meses para obter os benefícios.

O poder de meditar: técnicas mentais e físicas recuperam os seus telômeros O estresse corrói seus telômeros, segundo descobriram pesquisadores  da Universidade da Califórnia ao compararem mulheres que sentiram muito  estresse com mulheres sob pouco estresse. 

Com a mensuração dos telômeros, eles descobriram que as mulheres de alto estresse eram até dez anos “mais velhas” do que as mulheres com baixos níveis de estresse.  Como as técnicas mentais e físicas que protegem os telômeros ativam a telomerase (enzimas que faz seus telômeros crescerem), isso promoverá o rejuvenescimento do seu corpo. 

Em outro estudo os pesquisadores enfatizaram pessoas para meditarem todos os dias, e em apenas oito semanas eles viram seus níveis de telomerase aumentarem 43%. Portanto, para proteger seus telômeros e compensar os  efeitos do estresse, é recomendável uma prática simples de meditação. Ao  meditar, você combate o estresse, melhora a saúde, e ainda fica “mais jovem”... Nada pode ser melhor que isso!

*Médico e nutrólogo



Tags: alimentação, estresse, inflamações, nutrição, qualidade de vida, saúde

Compartilhe: