Jornal do Brasil

Segunda-feira, 22 de Dezembro de 2014

Anna Ramalho

Alô alô Beltrame!!! O Rio pede socorro

A morte de Tintim Mascarenhas - friamente assassinada, hoje, na movimentada Praça Santos Dumont, na Gávea, zona sul do Rio - vem provar o que os moradores já sabem há tempos: a violência por aqui não dá trégua. Melhor colocando: deu um pouquinho durante os 40 dias da Copa. A partir de agora, seja o que Deus quiser.

Os carros de polícia no Jardim Botânico, colado à Gávea, não estão dando conta da voracidade dos bandidos. A Associação dos Moradores ontem mesmo denunciava assaltos constantes no Jardim Corcovado - área que começa na Rua Benjamin Batista e inclui as ruas Abade Ramos, Nascimento Bittencourt, Nina Rodrigues, Faro, Senador Simonsen. Os bandidos usam o Parque Lage como rota de fuga. Uma padaria da Rua Maria Angélica também foi assaltada ontem, logo de manhã cedo.

Tags: assassinato, gávea, morte, Rio, violência

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.