Jornal do Brasil

Quarta-feira, 27 de Agosto de 2014

Anna Ramalho

Luiza Brunet em clima de futebol

A edição de junho da GQ Brasil faz uma homenagem à Luiza Brunet, musa absoluta das Copas do Mundo de 1982 e 1986.  Às vésperas do torneio, Luiza fez poses sensuais para a revista masculina e mostra que, aos 52 anos completados no último dia 24 de maio, mantém uma ótima forma.

Em 1982, Luiza chegou a viajar com a seleção brasileira para a Espanha, enquanto também fazia matérias para o Fantástico, da Globo. “Eram outros tempos, os jogadores eram mais acessíveis, as modelos também, não havia nem agências. Não éramos celebridades. Tive uma paixão platônica pelo Falcão. Ele era fora do padrão, elegante, simbolizava o homem viril e morava na Itália. Eu não era uma maria-chuteira, que se vestia de microshort para aparecer.Era algo lúdico, mais respeitoso, mais ingênuo. Eles tinham suas famílias, eram casados, era uma outra forma de conduzir a vida.”, diz.

Luiza também comentou algumas passagens polêmicas de sua autobiografia, entre  elas a revelação de que passou dois anos sem fazer sexo após sua separação do marchand argentino Armando Fernández:  “Sexo é extremamente importante para mim. Passei um tempo sem porque estava separada, fazendo um balanço da minha vida. A libido não existia naquele momento, precisava me reconstituir, buscar outra Luiza. Meus orgasmos vinham de outras fontes. Mas sou extremamente sexualizada. Quanto mais faz, melhor fica. Sexo com amor é muito bom, mas sexo por sexo também é bom”.

Tags: artes, celebridades, cultura, famosos, fotos

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.