Jornal do Brasil

Domingo, 26 de Outubro de 2014

Anna Ramalho

Dia das Mães solidário 

“Quando um filho perde seus pais fica órfão. Quando perdemos o marido ou a esposa, ficamos viúvos. Quando a mãe perde seu filho, não tem nome.”  

Esta é a explicação para o nome do grupo Mães SemNome, que já conta com cerca de 15 mil mães, criado por Márcia Noleto, em junho de 2011, após a perda de sua filha Mariana, em acidente de helicóptero, na Bahia.  

No domingo de Dia da Mães, o grupo receberá uma benção especial durante missa que será celebrada às 18hs no Corcovado e que termina com um abraço simbólico ao Cristo Rendentor. 

Marcia Noleto, idealizadora do grupo Mães Sem Nome está desenvolvendo uma rede de atendimento e apoio psicológico gratuito para mães que perderam seus filhos. O grupo acaba de ganhar uma sala na Cruz Vermelha no centro para este fim.

Tags: agenda, cristo, evento, redentor, Rio

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.