Jornal do Brasil

Quinta-feira, 27 de Novembro de 2014

Anna Ramalho

Maquiagem de taxas criminais não é exclusividade nossa

No ano passado, um estudo do economista Daniel Cerqueira, do Ipea, mostrou em um estudo que todos os estados brasileiros, o Rio entre eles, não conseguiram computar milhares de assassinatos nos últimos anos por um erro interno de gestão dos números.  

Mas isso não é coisa nossa. 

A imprensa francesa tem criticado nos últimos dias a maquiagem nas estatísticas criminais de Paris. Segundo reportagem do Libération, há 10 anos um sistema baixava os indicadores propositalmente para esconder o problema.

Tags: brasil, crime, França, país, política, violência

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.