Jornal do Brasil

Domingo, 26 de Outubro de 2014

Anna Ramalho

Ana Amélia cobra soluções para aposentados e pensionistas

O caso de um senhor de 84 anos que recorreu a uma 'autocirurgia' após esperar meses na fila do Sistema Único de Saúde (SUS) foi citado pela senadora Ana Amélia (PP-RS) como exemplo emblemático do descaso do setor público em relação aos aposentados e pensionistas do país.

Em discurso, a parlamentar cobrou não apenas soluções para a demora no atendimento médico na rede pública, mas pediu uma saída definitiva para o caso Fundo Aerus, dos aposentados e pensionistas da Varig e Transbrasil.

O aposentado citado pela senadora é Orlando Vaz, morador do município de Cascavel (PR), que em 2008 havia passado por um procedimento para retirar uma hérnia. Alguns meses depois, o aposentado voltou a sentir dores. Sem previsão de quando conseguiria vaga pelo SUS, o paciente tomou uma decisão arriscada e decidiu, em fevereiro, retirar a hérnia por conta própria.

A angústia de Orlando Vaz, segundo Ana Amélia, é a mesma sentida por muitos aposentados, inclusive por aqueles que contribuíram para o falido fundo de pensão Aerus.

Os aposentados e pensionistas aguardam  julgamento pelo Supremo Tribunal Federal do Recurso Extraordinário RE nº 571.969 sobre a indenização à Varig, pela União, por danos sofridos pela empresa em consequência da política de congelamento de tarifas vigente entre outubro de 1985 e janeiro de 1992.

Tags: economia, Governo, política, SAÚDE, SUS

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.