Jornal do Brasil

Segunda-feira, 28 de Julho de 2014

Anna Ramalho

Sindetur-RJ quer transparência do Conselho da União Europeia

Brasileiros em dia com a Justiça e com passaporte válido estão sendo barrados na hora de embarcarem para Europa. A surpresa é devida a uma alteração, em vigor desde julho do ano passado, que aumentou para três meses a exigência de validade no passaporte para todas as nações que fazem parte do Tratado de Schengen, a contar da data que o visitante deixará a União Europeia. Até então, a validade do passaporte deveria cobrir pelo menos o último dia da viagem na Europa. A Inglaterra, que não faz parte do acordo, exige um prazo de validade ainda maior: seis meses. 

O presidente do Sindetur-RJ, Aldo Siviero, critica a postura do Conselho da União Europeia decidirem aplicar tais regras, mas não apresentarem as mudanças de forma clara e com publicidade.

“As agências de viagens têm como dever informar seus passageiros dos documentos exigidos para ingresso em determinados países, mas é necessário que a informação chegue de forma transparente ao mercado. Será que agora as agências terão que ligar para cada embaixada ou consultar diariamente mais de cem sites para descobrirem nas entrelinhas, tais novidades?”, indaga.

Presidente da Sindetur-RJ, Aldo Siviero, critica medida da UE
Presidente da Sindetur-RJ, Aldo Siviero, critica medida da UE

Tags: brasil, passsaporte, turismo, Ue, viagem

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.