Jornal do Brasil

Domingo, 20 de Abril de 2014

Anna Ramalho

Alfinetada de tucano rende bate-boca com Manuela D'Ávila e José Eduardo Cardozo

Ainda ecoa pelos corredores da Câmara dos Deputados o ti-ti-ti protagonizado pelo ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, e os deputados Duarte Nogueira (PSDB-SP) e Manuela D'Ávila (PCdoB-RS), na semana passada.

No depoimento do ministro na Comissão de Constituição e Justiça, Manuela saiu em sua defesa, afirmando que Cardozo não politizou as investigações do caso Siemens. Tudo seguia normalmente quando o tucano Duarte Nogueira disse que a deputada, ex-namorada do ministro, fazia sua defesa por razões sentimentais.

Manuela D'Ávila
Manuela D'Ávila

- O coração tem razões que a própria razão desconhece, deputada - atacou Nogueira.

- Não admito isso, deputado. É uma atitude machista! Eu o defendo justamente por saber o homem íntegro que ele é - respondeu Manuela, exaltada.

- Não retiro o que disse, deputada - retrucou Nogueira.

- Lamentável o que o senhor disse, deputado. Eu o considero um amigo, mas sei que as deputadas do PSDB não corroboram o que o senhor disse - concluiu o ministro.

Mais um pouco, oposição e governo teriam que ser apartados.

Tags: deputado, Governo, política, Senador, siemens

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.