Jornal do Brasil

Informe JB

Informe JB

Jan Theophilo

Sanatório geral - III

Jornal do Brasil

Malandro demais paga pra vacilar, mas o candidato a deputado federal pelo Avante Márcio Dias, extrapolou. No domingo passado ele fez 12 postagens no Facebook para badalar sua candidatura “para defender os presos e seus familiares dos abusos praticados pela Secretaria de Administração Penitenciária”. Alguns foram leves, como “Instalarei 50 orelhões em cada presídio”, ou “O banho de sol dos presos deveria ser três vezes por dia”. Mas às 23h21 ele perguntou “Tem vontade de matar os agentes penitenciários? Vote (XXX) para federal”. A piada, ou sincericídio político, não pegou nada bem. Representantes do Sindsistema, sindicato que representa os inspetores penitenciários, registraram queixa-crime contra Márcio Dias por apologia ao crime e incitação à violência, ocorrências que podem render até pena de detenção. “Que ele ao falar dos inspetores penitenciários tenha cuidado, porque o Sindicato através de sua diretoria estará pronta para cobrar responsabilidades criminais, civis e administrativas”, disse o inspetor Gutembergue de Oliveira, presidente do sindicato. Márcio Dias apagou os posts.

Amor & dor

A presidente nacional do PT, Gleisi Hofman, veio ao Rio para um olho no olho com a candidata do partido ao governo. Não foi uma conversa doce. Gleisi lembrou-lhe que ela está no jogo para servir ao partido, e não para se servir dele. O esporro foi um pedido dos candidatos a deputado do PT, que apavorados com a performance da candidata, temem perder uma enxurrada de votos.

Pobre São Paulo

Para quem não conhece a peça, Paulo Skaf, o primeiro presidente “sem indústria” da poderosa e atual calo no sapato da campanha de João Doria a governador de São Paulo é chegado a um estilo imperial. Quando vai para a sede da entidade, ele manda pousar o helicóptero no prédio do Bradesco, do outro lado da Avenida Paulista, e atravessa a rua triunfal, cercado de câmeras e seguranças. Quando entra no edifício, todos (sim, todos) os elevadores estão parados no térreo, aguardando sua excelência.

Vrau marxista

“Bella Ciao”, hino anti-mussolini que ficou pop no Brasil na trilha de “La Casa de Papel”, e virou o funk “Só quer vrau”, do MC MM ganhou nova versão. A música ganhou novos versos na campanha de Heitor Cesar, candidato a estadual pelo PCB: “Que vida é essa/que desespero/só sou alguém, só sou o tal, tal, tal/Tô tão sozinho/Tudo é dinheiro/e tem quem ache natural.”

Afogado em números

O mutirão de asfalto promovido pela Secretaria de Conservação e Meio Ambiente contabilizou 1365 buracos tapados em toda cidade em apenas dois dias. Foram 4574 metros quadrados de pavimento aplicados, consumindo 372 toneladas de asfalto, que equivalem a 48 caminhões. Ao todo, 210 vias principais do município foram atendidas.

Adeus, seu Severino

Todo mundo querendo ficar rico inventando aplicativo e vem de Brasília o novo candidato a unicórnio da semana. Um grupo de empreendedores lançou o Noknox, um app que promete pôr a portaria do seu prédio na palma de sua mão. Com o Noknox, o morador pode autorizar a entrada de visitantes, ser notificado de encomendas e até trocar mensagens com os vizinhos.

__________

LANCE LIVRE

Sergio Nogueira Lopes, embaixador da Pestalozzi, vai dar o nome de Kofi Annan à reserva florestal que será inaugurada, dia 21 de setembro, na sede da instituição, em Benfica. A professora Elaine Fagundes, reitora da Universidade Santa Úrsula fará Sessão Solene de Outorga do Título de Doutor Honoris Causa ao ministro Carlos Mario Velloso, amanhã no campus de Botafogo.



Recomendadas para você